WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

O Brasil é um caso particular de riqueza natural. Alimentos, por aqui, brotam com sucesso. E as feiras livres, lugar onde tradicionalmente compramos esses itens, também existem por toda parte. Ainda assim, a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do IBGE, aponta que em 2019 os adultos que consumiram frutas e hortaliças de maneira ideal respondem somente por 13%. É pouco.

 

A pesquisa divulgada neste mês também mostra que, dependendo da região, o consumo pode variar bastante. Enquanto no Sudeste 16% consomem a quantidade ideal de frutas, no Nordeste o percentual cai para 9% - esses são os maiores e menores índices do país, respectivamente.

 

Por “quantidade ideal” se entende a ingestão de ao menos 25 porções por semana, incluindo sucos - com um mínimo de cinco frutas e cinco hortaliças por semana. Essa informação é importante para balizarmos nosso consumo, analisarmos as escolhas de alimentação, reformularmos o cardápio da semana e prestarmos mais atenção aos lanches do dia a dia.

 

Frutas são uma ótima maneira de substituir o docinho do fim de tarde. Elas contêm fibras, vêm direto da natureza para o prato e algumas, que já têm embalagem própria (e não precisam de talher), rendem lanches práticos. É o caso da banana, da maçã, do pêssego, da jabuticaba, da uva. 

 

Já as verduras - outra importante fonte de fibras e vitaminas - rendem o famoso suco verde, snacks saudáveis, e também as saladas das refeições, cuja quantidade é sempre liberada, pois são pouco calóricas. Dá-lhe alface, escarola, rúcula, agrião…
 

Mais dicas para aumentar o consumo de frutas e hortaliças

- Prefira sempre os alimentos orgânicos, que não contêm agrotóxicos e são mais saborosos. 

- Compre na medida do seu consumo - para isso, planeje o cardápio. 
 

- Inclua ervas frescas para mudar para melhor o sabor das saladas. Aposte em salsinha, manjericão e hortelã.

- Vá à feira mais vezes, para sentir o cheiro e escolher de perto os alimentos mais frescos (e mais baratos) que os de mercado.

- Prefira as frutas da época - na primavera e no verão vá de: abacaxi, acerola, banana, caju, coco, cupuaçu, jaca, laranja, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, pêssego e pitanga.


Nas dietas da Keep Light, o consumo de hortaliças e frutas frescas é sempre recomendado. Em tempo: conheça os nossos sucos funcionais.