WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

O brasileiro anda comendo sal demais. A afirmação vem de uma pesquisa com 9 mil adultos, divulgada pela Fundaçao Oswaldo Cruz (Fiocruz) em 2020, inédita pelo grande volume de participantes. Mas qual é, afinal, o problema do sal?

 

O sal é essencial para o funcionamento do organismo, pois controla a pressão arterial. Mas, em excesso, desregula essa engrenagem a ponto de levar à morte. As doenças relacionadas ao alto consumo de sal são a hipertensão, que eleva a pressão no coração e o sobrecarrega, desencadeando outros problemas de saúde, como infarto, derrame, doença renal crônica, cálculo renal e até esclerose múltipla. 

 

Com a pesquisa, a Fiocruz concluiu que o brasileiro – na maioria homem e jovem – chega a ingerir mais de 8g de sal por dia. A Organização Mundial de Saúde recomenda não ultrapassar os 5g diários, e um mínimo de 0,1 a 0,5g. Pra ficar mais claro, 5g de sal equivalem a 1 colher de chá. 

 

É importante saber que produtos processados e ultraprocessados podem conter muito sódio, o mineral presente no sal de cozinha. Por isso, macarrão instantâneo, salgadinhos, fast food, conservas etc. devem ser evitados ou consumidos moderadamente pra manter a saúde do coração em dia. 


Incluir frutas, verduras e legumes na alimentação também é superimportante pra equilibrar o organismo. O recado é: menos sal, por favor!