WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

No início de junho, o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor) divulgou os resultados de uma pesquisa cujo objetivo era saber se produtos ultraprocessados contêm traços de agrotóxicos. 
 
O estudo encontrou o que procurava em 16 dos 27 produtos analisados. Em 14 deles havia resíduos de glifosato, ou de glufosinato. O primeiro é um agrotóxico considerado potencialmente cancerígeno para o ser humano. O último está relacionado a má formação embrionária em pesquisas feitas com ratos. 
 
A pesquisa do Idec encontrou resíduos de 3 a 8 agrotóxicos e mais um ingrediente ativo usado em agrotóxicos em 4 das 4 marcas de bisnaguinhas pesquisadas. Os 4 biscoitos de água e sal e as 4 bolachas recheadas também testaram positivo. Em comum entre essas três categorias alimentares: o forte apelo infantil e o trigo como base dos ingredientes. 
 
"Esses dados nos permitem afirmar que ultraprocessados são prejudiciais em diversos aspectos. São informações cruciais para a luta por melhores políticas públicas. Porém, não podem induzir os consumidores a erro: ao ouvir falar que pimentão, morango, pepino e alface, por exemplo, contêm agrotóxicos, as pessoas não devem ser estimuladas a trocar esses alimentos por produtos ultraprocessados", comenta Teresa Liporace, diretora executiva do Idec, na pesquisa.
 
O que são ultraprocessados?
Ultraprocessados são os produtos formulados pela indústria com ingredientes que não reconhecemos como comida de verdade. Para entender, basta ler o rótulo de uma bolacha recheada, um macarrão instantâneo ou um molho de tomate pronto: mais do que alimentos, estão listados nomes impronunciáveis, de uso exclusivamente industrial. 
 
Esses aditivos químicos fazem o papel de imitadores de sabor, aroma, textura e cor da comida de verdade e, para isso, precisam exagerar na quantidade de sal, açúcar e gorduras, transformando-se em alimentos calóricos e pouco saudáveis (e que nada têm a ver com o sabor, o aroma, a textura e a cor de frutas, legumes e verduras encontrados na natureza). Os ultraprocessados devem ser evitados em uma dieta saudável, pois estão relacionados com doenças crônicas e não transmissíveis.
 
Conclusão?

O processamento dos alimentos não acaba necessariamente com os agrotóxicos. Por isso, além de evitar os agrotóxicos, prefira comer comida de verdade e dê preferência a alimentos in natura.

 

Nós nos orgulhamos em dizer que os ultracongelados da Orgânico Gourmet são saudáveis, pois são feitos com ingredientes que, além de comida de verdade, são 100% orgânicos certificados.

 

 
"Gostaria de ver as pessoas mais conscientes sobre a procedência da sua comida".
Anthony Bourdain, chef, autor e documentarista norte-americano