WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Abobrinha tem muita água e não muito sabor. Mas sabia que isso não é um defeito? Pelo contrário. Além de ser suculento e macio, o legume que é parente da melancia e do pepino - eles são da família das cucurbitáceas - aceita diferentes temperos e tipos de cozimento. E o que muita gente não sabe: a abobrinha pode ser comida crua, se cortada bem fininho.
 
O legume vive dando pinta em receitas mediterrâneas - é um ótimo companheiro da berinjela e do tomate - e, mais recentemente, se transformou em símbolo de alimentação fit, por ser pouco calórico e conter bastante fibra, combinação que resulta em saciedade. Cerca de 100 gramas de abobrinha italiana tem 20 calorias. Ela é fonte de potássio, selênio, carotenóides e vitaminas A, C e E, entre outros.
 
No cardápio da Orgânico Gourmet, a abobrinha aparece em seis pratos, cada um deles em uma versão diferente. Tem até bolo de chocolate com abobrinha, acredite se quiser. A receita do chef André Galante é um sucesso: o bolo fica mais nutritivo e menos açucarado com a adição desse ingrediente inusitado para bolos.
 
Gosta de cozinhar? Anote as dicas!
Abobrinha fica saborosa com sal e azeite; com pimenta-do-reino, cominho, queijo de cabra, ricota e parmesão; com carne e com cogumelos também.
 
Cortada em fios, a abobrinha vira spaghetti fit. Em rodelas, vai ao forno ou à frigideira - fica ótima grelhada! Ralada, pode ser refogada na manteiga para se transformar em acompanhamento do dia a dia. Em fitas finas, que se faz no mandolim ou com descascador de legumes, vira surpreendente salada crua com limão, azeite e sal. 
 
Cortada ao meio, no sentido do comprimento, vira canoa e pode ser recheada com cogumelos, em versão vegetariana. Ao meio, cilíndrica, também pode ser recheada com arroz e carne moída, para depois ser cozida no molho de tomate, como se faz na culinária árabe. Rende cada prato esse legume!
 
Curiosidade: segundo o Guia dos Curiosos, a expressão “falar abobrinha” tem origem antiga, quando o legume tinha preço bem baixo. Falar abobrinha, portanto, era (e ainda é) falar algo sem valor. É, mas se tem uma coisa que a abobrinha não faz é ficar falando abobrinha...
 


“Vegetais são obrigatórios em dietas. Sugiro bolo de cenoura, pão de abobrinha e torta de abóbora”.
Jim Davis, cartunista, criador do Garfield