WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Sinal de prosperidade em muitas culturas, a romã esconde pequenas sementes rosa-choque, que se assemelham a pedras preciosas. Recheado de significados, o fruto da romãzeira é símbolo da fecundidade para os gregos; de esperança por um ano novo próspero, para os judeus e de riqueza para os romanos.


A romã é uma fruta cara, por isso devemos utilizá-la bem, e de todas as maneiras possíveis. Uma apenas basta para criar sobremesas, drinques, suco e até para decorar a mesa do Réveillon. Abaixo você encontra 5 ideias para aproveitar a fruta que é a cara das comemorações de fim de ano!
 

1. Aberta, ela enfeita a mesa de festa – um arranjo de frutas da estação no centro da mesa de jantar, com uma romã cortada em quartos, chama a atenção!


2. As sementes, soltas, ficam lindas sapicadas em uma salada de folhas verdes – elevam o que seria uma salada simples à categoria de receita festiva. Para aproveitar todos os gominhos, corte a romã ao meio, aperte delicadamente as metades, e bata na casca da fruta com uma colher, assim as sementes vão se soltar com mais facilidade.


3. O que não faltam são simpatias de Réveillon com a fruta. Para garantir o bolso cheio no ano que entra, coma sete gominhos de romã e guarde as sementes na carteira pelo ano todo. Que tal colocar as sementes, contadas, em taças de champanhe? O drinque vira simpatia, além de ficar lindo e saboroso.


4. Suco de romã é delicioso, com aquele azedinho-doce que só a fruta tem, e fica lindo em uma jarra de vidro na mesa de Ano Novo – além de ser uma ótima base para drinques festivos. #ficaadica.


5. As sementes, obviamente, são deliciosas puras. Na gelatina ou na salada de fruta, vira sobremesa. Que tal com algumas colheradas de iogurte adoçado com mel e aromatizado com água de flor de laranjeira?

 

"A paciência é como uma romã: a casca é toda amarga, mas o fruto é suculento."
Mohamed Meziane, engenheiro argelino