WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Como a gente já contou por aqui, emagrecer está fortemente ligado à matemática. Quem gasta mais do que consome, emagrece. Quem consome mais do que gasta, engorda.

 

Pensando dessa maneira, a resposta para a pergunta "o que emagrece mais, musculação ou aeróbico?", parece óbvia: é o aeróbico. Bem, nesse caso, a conta não é tão simples assim. O motivo é que o corpo responde de maneiras diferentes aos estímulos de corrida, bicicleta e afins, e aos estímulos de uso de força, como no caso da musculação.

 

O exercício aeróbico gasta calorias durante o treino. Portanto, quanto mais tempo em atividade, mais caloria queimada. O corpo sua, esquenta, o coração acelera. A sensação de cansaço e gasto de energia é nítida.

 

Já o anaeróbico tem relação com intensidade, e seus treinos costumam ter menos duração. Mas ele também ajuda a emagrecer, já que a musculação constrói músculos, aumentando a massa magra e, por consequência, diminuindo o nível de gordura no corpo. E tem mais: mesmo depois do treino de musculação as calorias continuam a queimar.

 

O educador físico Marcio Atalla faz uma comparação interessante para explicar o processo: "Basta imaginar o que acontece com uma bicicleta quando pedalamos devagar e quando pedalamos com muita velocidade. Se estivermos devagar, a bicicleta terá pouco impulso e logo vai parar ao cessarmos o pedalar. Mas se pedalamos com velocidade, ela ficará mais tempo rodando apenas usando o impulso. Nosso corpo funciona exatamente igual.”

 

Outra vantagem do exercício anaeróbico é que os músculos queimam mais calorias em repouso do que o tecido adiposo – ou seja, quem tem mais massa magra vê aumentado seu gasto calórico basal, aquele usado para manter o corpo vivo, respirando, usando as suas funções vitais básicas. 

 

O segredo do sucesso, portanto, é combinar as duas modalidades e manter a frequência, além de cuidar da alimentação. Outra coisa importante é buscar uma avaliação com um preparador físico. Ele ou ela vai analisar o seu estilo de vida, a estrutura do seu corpo, sua alimentação e hábitos para montar treinos personalizados, e que atendam às suas preferências. Assim como a #DietaFeliz, que a Keep Light faz questão de proporcionar, o treino também precisa fazer você feliz.