WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Na gastronomia, o caldo de frango é chamado de preparo de base. Ou seja: a partir dele, chegamos a outras preparações. Risotos, sopas e alguns pratos ensopados levam caldo para ganhar ainda mais sabor.
 
O caldo também pode ser feito com carne, peixe ou legumes. Mas o de frango tem um quê de especial: na cultura popular, tem status de remédio caseiro. Existe até registro de uma prescrição do caldo do século XVIII! Seja para dias de gripe e repouso, seja para preparar um risoto bem chique, vale ter ao menos um litro do caldo pronto guardado no freezer - ele congela superbem e deixa tudo mais prático.
 
Como mais ou menos tudo o que acontece na cozinha, existe mais de uma maneira de fazer caldo de galinha. Em dias de pressa, até com panela de pressão e peito de frango é possível se virar com um deles, em versão express. Mas nada se compara à que leva ossos, que deixa a preparação mais nutritiva, cozida lentamente. Se eles forem previamente assados, conferem ainda mais sabor ao fim do cozimento.

 

Na Orgânico Gourmet 
O chef André Galante explica que o preparo do caldo é feito de uma vez só, em grande quantidade, na cozinha certificada da Orgânico Gourmet. São nada menos do que 20 quilos de frango orgânico, cuja carcaça vai ao forno e depois se reúne com as carnes sem pele na panela com bastante água, onde são adicionados legumes aromáticos, ervas frescas e bastante alho. Rende cerca de 150 litros, que são congelados e usados aos poucos, em ristosos e também no frango thai, até que chega a hora de preparar uma nova leva de caldo. É possível fazer parecido em casa - em peso e tamanho reduzido, claro! Veja a receita abaixo.  
 
Caldo de frango do chef André Galante
- Separe as carnes dos ossos de 1 frango inteiro (orgânico).
- Asse os ossos por cerca de 40 minutos no forno (preaquecido por 15 minutos).
- Enquanto isso, lave e corte em pedaços grandes: 1 cenoura grande, 1 cebola grande, 1 talo de salsão com as folhas e 1 talo de alho-poró com as folhas. 
- Coloque os legumes cortados + as carnes do frango (sem pele e sem miúdos) em uma panela funda com 4 litros de água. 
- Adicione também 2 ramos de salsinha, 2 ramos de tomilho fresco, 1 ou 2 cravos, 1 canela em pau (opcional), 2 dentes de alho inteiros, 3 sementes de pimenta-do-reino.
- Junte os ossos assados à panela, ligue o fogo baixo e deixe cozinhar por duas horas depois que ferver (evitando a fervura borbulhante, que dissipa os sabores, em vez de concentrá-los).
- Desligue o fogo e coe o caldo. Use logo em seguida ou deixe esfriar e divida em duas ou mais porções para congelar. Também funciona congelar em fôrmas de gelo para usar aos poucos, como em papinhas de bebê, ou para reforçar o sabor de algumas preparações do dia a dia.
 


“Prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”.
Ditado popular