WhatsApp

Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe créditos em nossa loja!

Você sabia que o Dia Mundial da Água, que acontece em 22/03, foi instituído em 1992 pela ONU? Fez parte do lançamento da data a Declaração Universal dos Direitos da Água. São 10 artigos ao todo. Três deles dizem assim:
- A água faz parte do patrimônio do planeta;
- Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados;
- A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada.
 
A data é um convite para refletirmos sobre a manutenção dos recursos hídricos do planeta, pois apesar da quantidade de água no globo, apenas uma mínima proporção é própria para consumo humano. 
Além disso, é preciso levar em conta que há lugares em que a água potável é escassa, já que a distribuição desse recurso não é igualitária.
 
Há muito a ser feito por governos e grandes corporações. Mas nós também podemos fazer a nossa parte, em casa. Veja abaixo. 

 

9 ideias para usar a água conscientemente
 
Ao lavar a louça
- A primeira medida para economizar água na cozinha é se conscientizar sobre a importância de não abrir demasiadamente a torneira. E fechá-la sempre que possível, entre uma ação e outra. Por exemplo: sempre que for usar a esponja, mesmo que rapidamente, feche a torneira
 
- Não vai lavar a louça imediatamente? Faça a pré-lavagem: num recipiente fundo – preferencialmente um dos que ainda vão ser lavados – deixe todos os talheres de molho em água com um pouco de detergente. Limpe os pratos com o talher ou guardanapo e passe rapidamente em água. Assim a sujeira amolece e você gasta menos tempo (e água) na hora de lavar. 
 
- Organize a louça em categorias e lave em uma sequência lógica, que vai do menos engordurado para o mais engordurado. Geralmente, o trajeto vai de copos até chegar às panelas. Enxágue em grupos grandes. Abra a torneira sem exagero. 
 
- Ao lavar a louça, deixe uma tigela na cuba da pia, embaixo da torneira. Essa água pode ajudar na pré-lavagem, para molhar rapidamente a esponja, e até para lavar a pia ao fim da lavagem. Se você não for adotar essa tática, pode deixar uma ou duas panelas na cuba, para que elas tomem água até que chegue a vez de serem limpadas.
 
- Máquinas de lavar louça gastam tranquilamente mais de 100 litros de água por ciclo. Ligar apenas quando estiver cheia de louça é um bom jeito de economizar água.
 
Ao cozinhar
- Quem cozinha acaba pegando prática de inteligência de uso de água. Quer ver só? Se você vai preparar couve refogada e farofa, pode usar a mesma panela/frigideira. Primeiro, faz a couve e, em seguida, prepara a farofa. Nem precisar lavar entre um uso e outro, já que os sabores e texturas da primeira não vão interferir na segunda receita.
 
- Outra ideia é usar a mesma água. Vai ter verdura cozida em água, e também um legume? Use a mesma panela com água para cozinhar primeiro a couve-flor, por exemplo, e depois a batata. Se você for preparar um arroz com brócolis, pode primeiro cozinhar o brócolis e usar a mesma água do cozimento para regar o arroz. 
 
Ao higienizar hortaliças
- A tigela com água + hipoclorito de sódio, para higienizar legumes, verduras e frutas, também pode ser utilizada mais de uma vez. Monte uma sequência lógica do menos para o mais sujo. Por exemplo: uvas, maçãs e tomates vão pra água antes de alface, coentro e salsinha, que chegam da feira com resíduos de terra e acabam sujando a solução higienizante. Enxágue os alimentos em água corrente com uma tigela embaixo do jato; essa água pode ser reaproveitada em alguma limpeza.
 
- A solução de água + hipoclorito ainda está limpa? Aproveite para deixar a esponja de molho ali. Vai sair limpinha.
 
Em tempo: o cultivo orgânico tem por princípio o uso responsável da água e do solo, de modo que eles se mantenham preservados e férteis, sem contaminação por agrotóxicos. Se você consome orgânicos, está contribuindo com a preservação da água no planeta.
 

 

"Milhares viveram sem amor. Nenhum deles sem água".
W. H. Auden, poeta anglo-americano